Rosberg admite que “não tem nada a perder” na atual temporada da F-1

  • Por Agencia EFE
  • 14/09/2015 20h38

Redação Central, 14 set (EFE).- Vice-líder do Campeonato Mundial de Fórmula 1, o alemão Nico Rosberg admitiu nesta segunda-feira que a desvantagem de 53 pontos para o companheiro de Mercedes, o britânico Lewis Hamilton, deixam as chances de título quase zeradas.

“Agora eu entro nas últimas sete corridas com o pensamento de quem não tem nada a perder. É atacar com tudo, sem desistir da luta, de jeito nenhum”, afirmou o piloto de 30 anos.

Rosberg, que admitiu ter sido “doloroso” o resultado do Grande Prêmio da Itália, quando abandonou nas voltas finais, disse ter esperança de um desempenho melhor na próxima etapa, em um dos circuitos que mais gosta no calendário da F-1.

“Cingapura é uma das minhas corridas favoritas, então é um bom lugar para começar. É muito difícil para todos, física e mentalmente, e eu amo esse desafio. Sei que tenho ritmo para vencer lá, então espero um fim de semana limpo”, disse o número 6 do grid.

Hamilton tem atualmente 252 pontos, contra 199 de Rosberg, e será campeão caso vença caso vença em Cingapura, Japão, Rússia e Estados Unidos, independente dos resultados do companheiro de escuderia. EFE