Luana Piovani minimiza ataques racistas contra Taís Araújo no Facebook

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2015 10h48

Luana Piovani minimiza ataques contra Taís Araújo

Reprodução/Instagram Luana Piovani e Taís Araújo

Nesta quarta-feira (4), a atriz Luana Piovani decidiu mostrar o que pensava sobre a polêmica envolvendo a atriz Taís Araújo instaurada no último final de semana. Para quem não acompanhou, a atriz no ar com a série “Mister Brau” (protagonizada por Lázaro Ramos, seu marido) sofreu uma série de ataques racistas em seu Facebook, que utilizavam palavras como “criola” para escrever ofensas à atriz.

No domingo, a atriz desabafou pelo seu Instagram, dizendo que não apagaria nenhum dos comentários e que mandaria tudo para a Polícia Federal. “Faço questão que todos sintam o mesmo que senti: a vergonha de ainda ter gente covarde e pequena nesse país, além do sentimento de pena dessa gente tão pobre de espírito. Não vou me intimidar, tampouco abaixar a cabeça. Sigo o que sei fazer de melhor: trabalhar. Se a minha imagem ou a imagem da minha família te incomoda, o problema é exclusivamente seu”, escreveu.

Na quarta, entretanto, segundo informações do colunista Leo Dias, Luana Piovani não teve medo de colocar sua opinião sobre o assunto, causando mais uma polêmica em suas redes sociais. “O preconceito que a Taís Araújo sofreu foi o que, exatamente? Alguém pode esclarecer??? Sacanearam ela na internet? Foi isso? Porque eu sou blaster sacaneada e xingada na net e nunca saíram em defesa. Até porque nem ligo, né, gente… Será que foi isso? Agradeço a quem responder”, escreveu Luana.

Após os ataques a Taís Araújo, foi criada a hashtag  #SomosTodosTaisAraujo, que se tornou uma das mais postadas do Twitter. Ainda no desabafo de domingo no Instagram, a atriz escreveu: “Agradeço aos milhares que vieram dar apoio, denunciaram comigo esses perfis e mostraram ao mundo que qualquer forma de preconceito é cafona e criminosa. E quero que esse episódio sirva de exemplo: sempre que você encontrar qualquer forma de discriminação, denuncie. Não se cale, mostre que você não tem vergonha de ser o que é e continue incomodando os covardes. Só assim vamos construir um Brasil mais civilizado”.