Em entrevista reveladora, Demi Lovato conta que "fugiu" do Met Gala para ir a reunião do AA

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2018 15h53
Divulgação/Billboard/Austin Hargrave

Demi Lovato estampa a capa da nova edição da revista Billboard norte-americana. A chamada diz Sincerely Demi (Sinceramente Demi, em tradução literal) – título ao qual a reportagem faz juz. Em uma longa e franca entrevista, a popstar faz uma série de revelações inéditas e conta, por exemplo, que “fugiu” da edição de 2016 do Met Gala para ir a uma reunião do Alcoólicos Anônimos. O motivo? Não estava aguentando a “artificialidade” desse que é um dos mais glamurosos eventos das celebridades internacionais.

“Tive uma péssima experiência. Eu estava miserável. Fiquei tão desconfortável que tive vontade de beber”, disse. Na ocasião ela mandou uma mensagem a seu empresário e pediu que ele a buscasse e desse uma carona à reunião do grupo. Demi é dependente de álcool e drogas e está “limpa” há mais de seis anos.

“Mudei minhas roupas, mas continuei com as joias. Tinha milhões de dólares em diamantes em uma reunião do AA! E me identifiquei mais com os moradores de rua que lutavam contra os mesmos problemas que eu do que com aquelas pessoas no Met Gala – fingindo e puxando o saco da indústria da moda”, disparou.

Segundo a artista, não é tão fácil fazer amizades verdadeiras no mundo artístico. Com o passar dos anos, porém, ela adquiriu experiência para distinguir quem realmente gosta dela de quem se aproxima apenas por algum interesse. “As pessoas que não estão dispostas a relaxarem com você em casa são do tipo de pessoa que só quer ser vista com você”, explicou. Entre suas maiores amigas, destacou Ariana Grande e Iggy Azalea. “Ela é super discreta. Não bebe nem vai a festas. Ela lutou muito, sem dinheiro, sem família, aos 16 anos no meio de Miami”, elogiou.

A entrevista completa pode ser lida em inglês neste link