Julgamento da liminar para definir futuro de Kesha é remarcado para fevereiro

  • Por Jovem Pan
  • 26/01/2016 17h14
Reprodução/Instagram

Desta vez parece que é definitivo: dia 19 de fevereiro Kesha vai saber se poderá quebrar seu contrato com o empresário Dr. Luke para retomar sua carreira musical. O julgamento da liminar que decidirá o futuro da cantora estava marcado para esta terça-feira (26), mas teve que ser adiado.

A causa da mudança é o mau tempo nos Estados Unidos, que impede a viagem da cantora para chegar à Corte onde seu caso será julgado. “Amo a todos. Muito obrigado pelo apoio. Devido a problemas de viagens por causa do tempo, foi adiado para o dia 19/02”, escreveu Kesha em suas redes sociais.

Para quem não se lembra, tudo começou em outubro de 2014, quando Kesha entrou com um processo contra Dr. Luke, na época seu empresário. Acusando-o de abuso sexual e terrorismo psicológico, ela pede a quebra do contrato, para continuar trabalhando com outro empresário.

Enquanto o caso não se resolve, ela não pode lançar novas músicas, a não ser que o faça com Dr. Luke.