Ex-Corinthians, Arana desabafa sobre problemas no Sevilla: ‘Bateu o desespero’

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2019 11h12 - Atualizado em 06/09/2019 11h19
Divulgação SFCGuilherme Arana foi emprestado para a Atalanta

Guilherme Arana foi contratado por empréstimo pela a Atalanta recentemente e irá disputar a Liga dos Campeões. No entanto, apesar da expectativa de brilhar na Itália, o brasileiro lembrou a temporada angustiante no Sevilla e a dificuldade em se adaptar ao futebol espanhol.

“Eu acho que é uma filosofia diferente e nem por isso deixei de trabalhar. Quando deito na cama eu me pergunto o porquê. Falo com a minha família, que também não entendeu. Isso foi bom porque cresci muito como pessoa e meu pai sempre falava que todo jogador passa por um momento assim”, disse Arana, na última quinta-feira (5), após vitória da seleção brasileira olímpica em amistoso contra a Colômbia.

Revelado pelo Corinthians, o lateral-esquerdo contou que sentiu muita diferença na forma de jogar, treinar e até na preleção no Sevilla.

“O começo é muito difícil, por mais que a família fosse junto comigo. A filosofia de jogo deles é diferente, o jeito de treinar e até a preleção”, afirmou. “Eles prezam muito a marcação, esse foi o ponto que senti bastante no Sevilla. Nos primeiros meses tive essa dificuldade, mas fui depois aperfeiçoando e jogando meu futebol que me levou até lá”, continuou.

Pouco aproveitado no Sevilla, Arana falou que “bateu o desespero” quando viu que não seria aproveitado.

“Bateu o desespero porque tenho 22 anos e queria jogar. Estava louco para jogar e não ia para o jogo. A minha família sempre me orientando, esperei as coisas e fui trabalhando. Sabia que em algum lugar ia aparecer, não deu certo no Corinthians e veio a Atalanta, que é um grande clube e que me sinto bem e muito feliz”, contou.

Agora, Arana tentará mostrar o seu futebol por uma temporada na Atalanta. Caso a equipe italiana aprove o ala, poderá contratá-lo em definitivo por 8 milhões de euros (R$37 milhões).