Griezmann se fantasia de jogador da NBA com “blackface” e é criticado na França

  • Por EFE
  • 18/12/2017 15h30
ReproduçãoCom a pele pintada, uma peruca de cabelo afro e vestido com uma camisa dos Globetrotters, Griezmann causou polêmica na França

O atacante Antoine Griezmann, do Atlético de Madrid e da seleção francesa, foi repreendido em seu país por associações anti-racistas por ter se fantasiado de jogador de basquete dos Harlem Globetrotters, utilizando uma peruca de cabelo afro, e ainda pintando o rosto, braços e pernas de marrom.

O Conselho Representativo das Associações Negras da França exigiu nesta segunda-feira (18) que o gesto seja condenado pela ministra de Esportes, Laura Flessel, que é afrodescendente, o presidente da Federação Francesa de Futebol, Noël le Graët e o diretor técnico da seleção, François Blaquart, além de uma retratação do atleta. “Pintar o rosto de negro é uma prática que vem da escravidão. O objetivo dessa prática era, em geral, debochar dos negros e torná-los alvo de chacota”, denunciou o grupo.

Fã declarado da NBA, Griezmann, de 26 anos, publicou uma foto nas redes sociais neste domingo (17). Ele afirmou que estava indo para uma festa com a temática de anos 80. “Admito que foi grosseiro da minha parte. Peço desculpas se magoei alguém”, desculpou-se Griezmann.

O Cran, no entanto, considerou o pronunciamento do jogador insuficiente. “Pintar-se de negro não é grosseiro, e sim um ato de racismo”, criticou o conselho.