Por impugnação da final do Paulista, Palmeiras recorre ao STJD

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2018 17h30 - Atualizado em 09/05/2018 17h58
Palmeiras/Divulgação Palmeiras acredita que houve interferência externa durante a final do Campeonato Paulista disputada com o Corinthians

Como esperado, o Palmeiras acionou nesta quarta-feira (9) o Superior Tribunal de Justiça Desportiva para tentar impugnar a final do Campeonato Paulista. O clube que teve o pedido negado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, entrou com um “mandado de garantia” na instância superior solicitando que o órgão estadual reveja sua posição.

O TJD-SP alegou que o clube alviverde pediu a impugnação da partida contra o Corinthians, disputada no dia 8 de abril, fora do prazo. O Palmeiras por sua vez contesta a decisão do órgão presidido por Antônio Olim, dizendo que o prazo teria sido prorrogado a partir do momento em que foi instaurado um inquérito para investigar o pedido.

O clube alviverde acredita que houve interferência externa durante a final do Campeonato Paulista, que acabou sendo vencida pelo Corinthians. Na partida, o juiz Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza marcou pênalti de Ralf em Dudu, mas voltou atrás oito minutos depois.

O Palmeiras, através de seu presidente, Maurício Galiotte já se pronunciou dizendo que está disposto a levar o caso até as últimas consequências, cogitando inclusive em acionar a Corte Arbitral do Esporte, na Suíça.