Sampaoli coloca Brasil, França e Espanha na frente da seleção argentina

  • Por EFE
  • 27/11/2017 14h24
Divulgação AFASampaoli admitiu que não pensou duas vezes para assumir a Argentina: "isso representava dirigir Messi"

O técnico da seleção argentina, Jorge Sampaoli, afirmou nesta segunda-feira (27) que Brasil, França e Espanha estão a frente dos atuais vice-campeões mundiais, pouco mais de seis meses antes da Copa do Mundo, que será disputada na Rússia.

“Não incluo a Alemanha, não porque me esqueci, mas porque não gosto como joga”, disse o comandante da Albiceleste, durante entrevista coletiva concedida em Buenos Aires.

“Para mim, Brasil, França e Espanha estão um passo a frente da Argentina, pelo tempo de trabalho”, completou.

Sampaoli, que deixou o Sevilla para assumir a seleção, revelou o principal motivo para não recusar o pedido feito pela federação do país natal.

“Não duvidei em vir treinar a Argentina, porque isso representava dirigir o melhor jogador do mundo, Leo Messi”, disse.

Na entrevista, Sampaoli ainda citou o atacante Darío Benedetto, do Boca Juniors, lamentando a grave lesão no joelho direito, que deve impossibilitá-lo de ter chances de ir à Copa, e ainda garantiu que as portas estão abertas para Gonzalo Higuaín, da Juventus.

“Conversei com ele pessoalmente. Era um assunto complicado, no curto prazo que tínhamos. Agora, que estamos em um médio prazo, acho que pode ser jogador importante. Ele tinha uma carga emotiva negativa com o torcedor argentino”, explicou.