Maior ídolo da história do Palmeiras, Ademir da Guia faz 73 anos; veja imagens

  • Por Guilherme Semerene/Jovem Pan
  • 03/04/2015 13h21
***ESPECIAL CENTENÁRIO DO PALMEIRAS*** Jogador Ademir da Guia Decada de 70. , DATA EXATA DESCONHECIDO. Foto: Acervo UH/Folhapress Folhapress Ademir da Guia

Figura principal da Academia de Futebol palmeirense, Ademir da Guia faz aniversário nesta sexta-feira e completa 73 anos. O Divino, apelido herdado de seu pai Domingo da Guia, começou sua carreira no futebol amador carioca, mas foi no Palmeiras que viveu os principais momentos de sua carreira.

Em 16 temporadas pelo time do Palestra Itália, Ademir conquistou 18 títulos, entre eles o pentacampeonato brasileiro e o pentacampeonato estadual, medindo forças com o Santos de Pelé. O meio-campistas atuou 901 vezes pelo clube – recordista de partidas até hoje – e marcou 153 vezes.

Os grandes momentos de Ademir da Guia aconteceram no final da década de 60 e início da década de 70. Para muitos, o que o Palmeiras fazia em campo era uma aula de futebol e assim surgiu o apelido de “Academia”. Com muita classe e técnica, Ademir da Guia fez história e marcou época ao lado de nomes como: Dudu, Julinho Botelho, Djalma Santos, Servílio, Tupãzinho, Luís Pereira, Leivinha, César e Leão.

Por outro lado, Ademir da Guia não obteve o mesmo êxito na Seleção Brasileira. Em 14 convocações, foram apenas 12 partidas disputadas em um intervalo de 11 anos. Apenas uma delas aconteceu em Copas do Mundo, mas precisamente no Mundial de 74, quando Ademir atuou contra a Polônia, na disputa de terceiro lugar.

Mesmo aposentado há algum tempo, o Divino continua jogando suas peladas. No último mês de outubro, a diretoria palmeirense promoveu uma partida com os amigos do craque como evento teste do novo Allianz Parque. No último sábado, Ademir esteve em campo novamente e marcando gols, na despedida do meia Alex.