Muricy critica erro de arbitragem e não tira Tricolor da briga pelo título

  • Por Jovem Pan
  • 13/11/2014 08h19

Erro do árbitro revoltou jogadores Rubens Chiri/saopaulofc.net Muricy critica erro de arbitragem e não tira Tricolor da briga pelo título

O árbitro Héber Roberto Lopes e o bandeira Kleber Lúcio Gil não viram o desvio de Bertotto para Paulão, que impedido marcou o gol do Internacional no empate por 1 a 1 contra o São Paulo, no Estádio do Morumbi, na noite da última quarta-feira (12). O resultado deixa o Tricolor a quatro pontos do Cruzeiro, mas com uma partida a mais e pode representar o fim da briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Na entrevista coletiva pós-jogo, Muricy Ramalho criticou a dupla e disse que não se pode errar assim em jogo decisivo.

“Eu fui educadamente dizer, porque não pode um bandeira da Fifa (Kleber Lúcio Gil) errar desse tamanho. Ele poderia errar pequeno. Eu estava na linha dele. O que mais me surpreende é o cara atrás do gol não ajudar. É um erro grave, mas não fui xingar. Isso não existe mais. O cara é ser humano. Mas é jogo decisivo. É um campeonato difícil para tirar a diferença. Esse tipo de erro não dá pra aceitar, foi muito grosseiro”, ressaltou.

Apesar do cenário para a conquista do heptacampeonato ter ficado ainda mais complicado, o técnico acredita que a sua equipe ainda pode sonhar em ser campeão, já que o Cruzeiro tem Santos e Grêmio fora de casa nas próximas rodadas.

“Não nos distanciamos muito. O Cruzeiro tem duas pedreiras agora. A matemática continua. Não está impossível, não. Um jogo desse em casa era muito importante para nós, mas não estamos tão longe. Os jogadores estavam muito cansados. Quando você tem um resultado não se esforçando é uma coisa, mas indo atrás, buscando, é outra. Eles lutam muito e, às vezes, não dá. Hoje, não deu”, completou Muricy, exaltando o esforço de seus comandados em conseguir virar o duelo contra o Colorado.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo, às 19h30, no clássico contra o Palmeiras, válido pela 34ª rodada da competição nacional.