‘Jovem Pan nunca perdeu a capacidade de se reinventar’, diz governador de SP sobre os 80 anos do grupo

Rodrigo Garcia (PSDB) enalteceu a importância da empresa: ‘Faz parte da história e fará parte do futuro do país’; e relembrou as festas na adolescência, no interior paulista, com as fitas gravadas do Djalma Jorge Show

  • Por André Siqueira
  • 21/06/2022 15h16 - Atualizado em 21/06/2022 15h21
Reprodução/Jovem Pan News Rodrigo Garcia, governador de São Paulo, dá entrevista à Jovem Pan Rodrigo Garcia relembrou como a Jovem Pan marcou sua adolescência na década de 1980, em São José do Rio Preto, no interior de SP

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), enalteceu a história do Grupo Jovem Pan na noite desta segunda-feira, 20, em jantar de comemoração de 80 anos da empresa, realizado em São Paulo. O tucano relembrou como a emissora marcou sua adolescência, em São José do Rio Preto, no interior do Estado, e afirmou que a companhia cumpre papel fundamentou para a formação da sociedade brasileira. “Nesse período de 80 anos, a Jovem Pan nunca perdeu a capacidade de se reinventar, de se renovar. O Tutinha [presidente do Grupo Jovem Pan] teve a ousadia de, com a sua família, investir em novas plataformas, investir na TV, e o resultado está aí: um sistema de comunicação presente, não só na vida dos paulistas, mas de todos os brasileiros que a Jovem Pan alcança. Quem tem muita história como a Jovem Pan tem também muito futuro. A Jovem Pan faz parte da história do Brasil e fará parte do futuro deste país, levando entretenimento, informações e notícias que são fundamentais para a formação de uma sociedade”, afirmou.

“É um prazer poder compartilhar esse momento com vocês. A Jovem Pan tem tanta história e, de alguma maneira, história na vida individual de cada um de nós. Eu venho do interior de São Paulo, cidade de São José do Rio Preto, e na década de 1980, entrando na adolescência, fazíamos uma festa praticamente toda semana, na qual levávamos as fitas gravadas do Djalma Jorge, da Jovem Pan, para passar nos eventos de São José do Rio Preto e se divertir com aquilo. Vindo para cá, lembrei dessa história e contei para o Tutinha. Seja quem era da capital ou do interior, como eu, a Jovem Pan tinha uma participação na nossa história”, acrescentou o chefe do Executivo paulista.