Bombardeios aéreos do regime matam 48 pessoas no nordeste da Síria

  • Por Agencia EFE
  • 16/05/2015 15h02

Pelo menos 48 pessoas, entre elas nove crianças, morreram neste sábado (16) na província de Idlib, no nordeste da Síria, por bombardeios da aviação militar do regime do presidente Bashar al Assad, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

De acordo com a fonte, um ataque direcionado contra várias regiões da cidade de Kafr Ueid causou a morte de 28 pessoas.

Outro bombardeio, contra um mercado da cidade de Saraqeb, na periferia de Idlib, tirou a vida de 17 civis e deixou um número indeterminado de feridos.

Além disso, outras três pessoas morreram em um ataque similar contra diferentes bairros da cidade de Idlib.

A maior parte dessa província, incluída sua capital, está sob o jugo de grupos rebeldes, entre eles a Frente al Nusra – filial síria da Al Qaeda – e a Frente Islâmica, a principal aliança armada islamita da Síria.

Nas últimas semanas, as autoridades intensificaram os bombardeios da aviação contra essa área.

A Síria é há mais de quatro anos cenário de um conflito que causou mais de 220.000 mortes, segundo a ONU.