Eduardo Bolsonaro vai aos EUA ‘agradecer’ Trump pelo apoio em encontro do G7

EUA não concordou com a ajuda de US$ 20 milhões oferecida ao Brasil para combater os incêndios na Amazônia

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2019 18h01 - Atualizado em 29/08/2019 18h02
Matheus Bonomi/Estadão ConteúdoO anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia de lançamento do projeto “Em Frente Brasil”

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), indicado para ocupar o cargo de embaixador do Brasil em Washington, vai se encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta sexta-feira (29). O anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia de lançamento do projeto “Em Frente Brasil”.

“Quero agradecer publicamente a ele [Trump] pela defesa do Brasil por ocasião do encontro do G7”, declarou, em referência ao encontro da cúpula, no qual os incêndios na Amazônia foram discutidos.

Bolsonaro afirmou, ainda, ao citar o encontro, que o governo quer “se aproximar de países que servem de exemplo”. “Eduardo vai viajar daqui a pouco e se reunir com Trump. Desejo muito sucesso para ele nesse encontro nos EUA, nós vamos cada vez mais nos aproximar de países que servem de exemplo para nós, com os melhores índices levando-se em conta grande parte do mundo. São esses os exemplos que vamos procurar”, disse.

A declaração foi feita em meio as recentes trocas de farpas com o presidente da França, Emmanuel Macron.

Trump ficou ao lado de Bolsonaro no G7

O governo dos EUA afirmou que não concordava com a ajuda de US$ 20 milhões oferecida pelo G7 ao Brasil para combater as queimadas na Amazônia, oferecida por Macron. De acordo com o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Garrett Marquis, a decisão deveria ter sido foi conversada diretamente com o presidente brasileiro.

Questionado por vários líderes mundiais sobre uma possível omissão do Brasil no combate aos incêndios, Bolsonaro ganhou o apoio do presidente americano, Donald Trump, que elogiou o trabalho do governo na crise.

“Cheguei a conhecer bem o presidente Bolsonaro nas nossas relações com o Brasil. Ele está trabalhando muito duro nos incêndios da Amazônia e, em todos os aspectos, está fazendo um grande trabalho para as pessoas do Brasil”, escreveu Trump no Twitter. A resposta foi bem recebida pela família Bolsonaro, que agradeceu o apoio.