Homem que matou a filha após ser acusado de estupro entra para lista de mais procurados de SP

Horácio Nazareno Lucas está desaparecido desde outubro de 2018 e teve a prisão preventiva decretada; ele havia deixado a prisão horas antes de cometer o crime

  • Por Jovem Pan
  • 11/06/2021 16h18 - Atualizado em 11/06/2021 17h09
Divulgação/Polícia CivilHorácio é procurado desde outubro de 2018

Horácio Nazareno Lucas, que matou a filha de 13 anos a facadas depois de ter sido acusado de estupro por ela, apareceu na lista de mais procurados do Estado de São Paulo da Polícia Civil. O caso aconteceu em 3 de outubro de 2018 na cidade de São Roque horas após Horácio deixar a prisão depois de ter cumprido pena por ter estuprado sua cunhada. Neste período, sua filha também o denunciou pelo mesmo crime. Desde que esfaqueou a adolescente, Horácio está desaparecido. O inquérito sobre o caso foi concluído e o homem teve a prisão preventiva decretada, mas nunca foi encontrado pelas autoridades. De acordo com a Polícia Civil, o procurado tem 31 anos atualmente e possui uma tatuagem no braço esquerdo. É possível realizar a denúncia através do telefone (11) 3311-3148 e do e-mail procurados@policiacivil.sp.gov.br.