Teich fala em níveis de isolamento: ‘Em alguns locais, será indicado lockdown’

Para o ministro, estratégias precisam ser adaptadas a cada região

  • Por Jovem Pan
  • 06/05/2020 18h45 - Atualizado em 07/05/2020 07h20
EFE/Joédson Alves Teich explicou que as medidas serão revistas de tempos em tempos

O ministro da Saúde, Nelson Teich, voltou a falar sobre o isolamento social nesta quarta-feira (6). Segundo ele, em alguns lugares será recomendado o lockdown (bloqueio total), enquanto em outros, somente medidas mais simples, como lavar as mãos e usar máscaras.

“Quando falamos em isolamento e distanciamento existem vários níveis. Não existe uma defesa do isolamento ou não isolamento. Você vai ter vários níveis, desde medidas simples até o lockdown. O que é importante é que cada lugar vai ter sua necessidade. Vamos mapeando isso, a condição, os casos novos, a infraestrutura”, disse em coletiva de imprensa.

Segundo com o ministro, a matriz estratégica da saída do Brasil do isolamento social já está pronta, mas precisa ainda ser revisada. “Foi desenhado algo parecido com o que já existe lá fora. Não é política ‘somos contra ou a favor’, é fazer o que é certo, no lugar certo”, ressaltou.

Teich explicou que as medidas serão adaptadas de acordo com a região e que serão revistas de tempos em tempos.

Vacinas

Além disso, o ministro afirmou que a pasta já está em contato com laboratórios que estão produzindo possíveis vacinas. A intenção é evitar a escassez que ocorreu com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e respiradores.

“Caso haja uma vacina, queremos que o Brasil tenha cotas, e não a mesma realidade que aconteceu com os EPIs e respiradores, uma falta mundial. A ideia é negociar antecipadamente para caso surja vacina ou medicamento a gente consiga o acesso do País a esse tipo de recurso.”