Avião cai no Afeganistão e autoridades dizem que não há sobreviventes

  • Por Jovem Pan
  • 27/01/2020 11h46 - Atualizado em 27/01/2020 11h47
EFEO acidente ocorreu às 13h30 (hora local, 6h de Brasília), em "uma área sob controle do Talibã" no distrito de Deh-Yak, na província de Ghazni

Um avião de passageiros caiu nesta segunda-feira no leste do Afeganistão e, embora o número de vítimas ainda seja desconhecido, as autoridades locais afirmam que todas as pessoas a bordo do aeronave morreram que, segundo a companhia aérea local Ariana, não pertence à sua frota, como várias fontes apontaram anteriormente.

O acidente ocorreu às 13h30 (hora local, 6h de Brasília), em “uma área sob controle do Talibã” no distrito de Deh-Yak, na província de Ghazni, disse à Agência Efe, o membro da Assembleia da província, Khaliqdad Akbari.

O segundo vice-presidente do Afeganistão, Sarwar Danish, disse que o avião de passageiros que caiu pertencia à companhia aérea local Ariana.

No entanto, através de um comunicado, a empresa negou essa informação, garantindo que todos os seus voos operaram normalmente.

“As notícias sobre o acidente de um avião da companhia aérea Ariana nos canais de notícias não são verdadeiras, todos os voos da companhia aérea Ariana operam normalmente”, publicou a empresa em sua conta no Facebook.

O porta-voz do governador de Ghazni, Arif Noori, disse à Efe que as informações “ainda preliminares” e, embora seja um avião de passageiros, ainda não podem confirmar “qual companhia aérea pertence, pois todas as companhias afegãs se recusam a dar informações”.

Segundo Noori, “o avião pegou fogo após o acidente e o logotipo e o nome do avião não são legíveis”.

“Nenhum passageiro sobreviveu. O número de mortos ainda é desconhecido. Forneceremos o número quando as equipes de resgate chegarem ao local do incidente. O número de mortos pode ser de dezenas”, disse o porta-voz, observando que os moradores da região “resgataram dois corpos, ambos dos pilotos”.

O último acidente de relevância de um avião de passageiros no Afeganistão ocorreu em 2010, quando 43 pessoas morreram a bordo da aeronave da companhia aérea local Pamir Airways, que caiu no norte do país devido ao mau tempo.