Navio com refugiados rohingya naufraga na costa de Bangladesh

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2020 09h55 - Atualizado em 11/02/2020 09h56
EFE/EPA/STRINGERAo menos 15 pessoas morreram após o naufrágio da embarcação em Bangladesh

Ao menos 15 morreram nesta terça-feira após o naufrágio de um navio com 130 pessoas a bordo na costa de Bangladesh, no sul da Ásia, perto da Ilha de S. Martin. A embarcação transportava refugiados rohingya, minoria muçulmana originária de Mianmar. Parte dos passageiros conseguiu ser resgatada.

“Até agora recuperamos 15 corpos, incluindo 11 mulheres e quatro crianças, e também resgatamos 69 pessoas vivas”, disse o comandante Joynal Abedin, responsável pela busca e resgate.

Quatro barcos da marinha, um da guarda costeira e um helicóptero foram mobilizados pelo país para auxiliar nas buscas. De acordo com os depoimentos, ainda há uma segunda embarcação, que viajava ao mesmo tempo que a afundada. “No momento, estamos procurando, mas não há sinal algum”, afirmou Abedin.

Os refugiados rohingya são perseguidos em Mianmar, e vivem nos campos de Bangladesh desde 2017, quando o exército birmanês iniciou uma ofensiva de perseguição e violência.

Imigrantes rohingyas e bangladeshianos sem documentos usam a Baía de Bengala e o Mar de Andaman como rota para entrar em outros países do continente, em busca de melhores oportunidades de vida.