Parlamentar do partido de May renuncia por considerar acordo do Brexit ‘prejudicial à nação’

  • Por Jovem Pan
  • 14/01/2019 13h51
Reprodução/FacebookGareth Johnson indicou ser contrário ao acordo do Brexit

O parlamentar britânico Gareth Johnson renunciou ao cargo na manhã desta segunda-feira (14), alegando incompatibilidade entre os deveres da função e a posição pessoal em relação ao Brexit – a saída do Reino Unido da União Europeia.

Johnson é do Partido Conservador, o mesmo da primeira-ministra Theresa May. A decisão indica que ele terá que votar a favor do acordo, ainda que seja contra a medida. O documento deve ser votado já nesta terça (15) em meio a polêmicas.

A atitude de Gareth Johnson sinaliza o desafio que deve ser enfrentado pelo governo britânico no parlamento. As sondagens da votação junto aos congressistas realizadas pela mídia apontam para uma ampla derrota da premiê.

Em carta destinada a May e publicada no Facebook, o parlamentar afirma que “tentou conciliar seus deveres como assessor do governo na implementação do acordo com objetivos pessoais”. “Conclui que não posso, de plena consciência, apoiar a posição do governo quando é claro que esse acordo pode ser prejudicial aos interesses da nação.”

I have today resigned as a Minister in the Whips' Office. Below is a copy of my letter to the Prime Minister.

Publicado por Gareth Johnson MP em Segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

*Com informações do Estadão Conteúdo