Bolsonaristas promovem mutirão para pagar multa de Daniel Silveira imposta por Moraes

Deputado federal foi multado em R$ 405 mil em decorrência do descumprimento de quase 30 medidas cautelares

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2022 21h05 - Atualizado em 04/05/2022 21h08
Gabriela Biló/Estadão Conteúdo Daniel Silveira Deputado federal Daniel Silveira foi condenado por atos antidemocráticos pelo Supremo Tribunal Federal (STF)

Um grupo de bolsonaristas passaram a promover uma vaquinha – ou seja, um mutirão de doações – para que a multa imposta pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) seja quitada. O valor determinado pelo magistrado foi de R$ 405 mil. A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) publicou em suas redes sociais uma chave Pix para arrecadar fundos e ajudar o parlamentar. “Como é de conhecimento de todos, nosso amigo Daniel Silveira foi multado novamente pelo STF”, alegou Zambelli. Minutos após o lançamento da campanha, porém, a congressista apagou a publicação. Nas redes sociais, porém, apoiadores do governo federal continuaram a compartilhar a publicação e a pedir contribuições para que a multa seja paga.

A decisão ocorre após Moraes ordenar que o Banco Central bloqueie as contas de Silveira para que a multa seja quitada. Nesta quarta-feira, 4, o diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta da instituição, Maurício Costa, comunicou que a determinação do ministro do STF “foi transmitida a todas as instituições financeiras, para providências e atendimento do requerido, por meio do Ofício n° 11839/2022”. Além da suspensão do uso das contas, Silveira foi condenado a oito anos e nove meses de prisão em decorrência de ataques às instituições e ameaças aos magistrados da Suprema Corte.

Carla Zambelli e Daniel Silveira

Carla Zambelli promove ‘vaquinha’ para ajudar deputado federal Daniel Siveira