Flávio Bolsonaro diz que pai ‘passa bem’ e relembra facada: ‘Vítima do ódio de ex-militante do Psol’

Senador usou as redes sociais para falar sobre o estado de saúdo do presidente, que está internado em hospital de São Paulo após sentir dores abdominais

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2022 12h04 - Atualizado em 03/01/2022 12h40
WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO Presidente Jair Bolsonaro Presidente deu entrada no Vila Nova Star, localizado na capital paulista, nas primeiras horas desta segunda

O senador Flávio Bolsonaro usou as redes sociais nesta segunda-feira, 3, para falar sobre o estado de saúde do pai, Jair Bolsonaro, que está internado em um hospital de São Paulo com um quadro de suboclusão intestinal. Segundo o parlamentar, o presidente “passa bem”. O mandatário deu entrada no Vila Nova Star, localizado na capital paulista, nas primeiras horas desta segunda, após sentir fortes dores abdominais. Ele deve passar por uma série de exames no hospital, onde aguarda a chegada do médico Antônio Luiz Macedo, que cuida do presidente desde 2018, quando ele levou uma facada durante a campanha eleitoral em Juiz de Fora, Minas Gerais.

O episódio do ferimento, inclusive, foi lembrado na publicação de Flávio Bolsonaro, que aproveitou a ocasião para negar que o pai propague “discurso de ódio”. “Cada vez que ele passa por isso é impossível não se indignar com a mentira de que Bolsonaro tem discurso de ódio, quando na verdade ele é a vítima do ódio de um ex-militante do Psol e de mal amados hipócritas desejando sua morte”, disse. A mensagem do senador faz alusão a Adélio Bispo, autor da facada, e das outras internações do presidente após o episódio em 2018. Em julho do ano passado, o chefe do Executivo ficou quatro dias internado no Vila Nova Star por obstrução intestinal e foi cogitada a realização de uma cirurgia, mas o procedimento não aconteceu.