Queda de árvore na região da Paulista poderia ter sido evitada com manutenção preventiva, de acordo com pesquisador do IPT

  • Por Jovem Pan
  • 16/02/2015 11h48
Árvore cai na região da Paulista

Numa rua tranquila da região da avenida Paulista, em vez de batucada o domingo (15) de carnaval foi regado ao som da motosserra. Na manhã do sábado de sol, sem vento nem chuva, uma árvore de grande porte despencou em meio à rua dos Franceses, perto da rua dos Holandeses.

Equipes da prefeitura começaram o trabalho no mesmo dia, mas pararam e voltaram à carga no domingo, junto com equipes da Eletropaulo. Felizmente, ninguém ficou ferido, mas todo esse transtorno talvez pudesse ser evitado, conforme relatou o aposentado Waldemar Benassi.

*Ouça o depoimento completo no áudio acima

Por volta das dez da manhã de sábado, a árvore de grande porte soltou um estrondo e foi caindo num processo que durou pouco mais de três minutos. O taxista José Carlos Pereira Santiago conta que com este tempo foi possível que ele e outros dois motoristas desviassem do caminho do vegetal.

O pesquisador do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), Sérgio Brazolin, avaliou que se a prefeitura fizesse manutenção preventiva, o problema poderia ser amenizado: “a gente chama isso de manutenção preventiva. A maioria das cidades não tem esse plano, mas não é algo exclusivo de SP. É algo que tem que ser programado. é preciso saber não só a quantidade de árvores, mas a qualidade delas”.

O pesquisador lembrou que as árvores saudáveis também caem como consequência do plantio inadequado. Um balanço da secretaria das subprefeituras indicou que desde o dia 11 de novembro foram registradas mais de 1700 quedas.

*Confira o áudio completo acima