Resgatados 310 imigrantes abandonados por traficantes em deserto do Sudão

  • Por Agencia EFE
  • 04/05/2014 22h58

Cartum, 30 abr (EFE).- Pelo menos 310 imigrantes foram resgatados com vida nesta quarta-feira no deserto do Sudão após serem abandonados por traficantes e nove corpos foram recuperados em uma operação conjunta com a Líbia, informou o porta-voz oficial das Forças Armadas em Cartum, Sauarmi Khaled Said.

Os imigrantes foram resgatados da fronteira entre Sudão e Líbia, mas nove deles morreram após serem abandonados por seus traficantes quando se dirigiam à Líbia, segundo um comunicado de Khaled Said.

Os resgatados com vida foram levados pelas autoridades à estação de Korb al Taum, onde receberam a assistência necessária, embora Said tenha advertido que sua saúde “está deteriorada”.

A nota acrescentou que “estão sendo transferidos à cidade de Dengola”, ao oeste de Cartum, para serem entregues às autoridades competentes.

Em 2012, a Líbia ameaçou bombardear qualquer pessoa que entre no país de maneira irregular através das fronteiras do sul, com o objetivo de combater a imigração clandestina.

Centenas de imigrantes procedentes de Somália, Eritréia, Nigéria e Sudão tentam chegar à Europa através do Mediterrâneo, cruzando clandestinamente pelos países de passagem, como Líbia e Egito. EFE