Segurança em aeroportos britânicos é reforçada por possível ameaça terrorista

  • Por Agencia EFE
  • 03/07/2014 09h15

Londres, 3 jul (EFE).- A segurança nos aeroportos britânicos com voos diretos aos EUA foi reforçada nesta quinta-feira por causa de uma advertência sobre uma “ameaça” de terrorismo “crível”, indicaram fontes do Ministério de Transporte (DfT, sigla em inglês).

O Ministério confirmou o reforço da segurança, mas não especificou o tipo de medidas adotadas.

A decisão foi tomada depois que as autoridades dos EUA alertaram sobre a possibilidade de que terroristas que operam na Síria e Iêmen estejam desenvolvendo explosivos difíceis de detectar nos controles de segurança dos aeroportos.

O DfT especificou, no entanto, que a maioria dos passageiros não deveria sofrer uma alteração “significativa” na segurança à qual normalmente são submetidos nas terminais.

“O governo do Reino Unido mantém a revista constante da segurança na aviação junto com seus aliados internacionais e a indústria da aviação”, disse hoje um porta-voz do DfT.

“Tomamos a decisão de reforçar algumas das medidas de segurança na aviação. Por razões óbvias não vamos comentar essas mudanças em detalhe”, acrescentou a fonte.

O Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS, sigla em inglês) indicou que as mudanças respondem a uma ameaça “real” e “crível”, apesar de não querer fornecer mais detalhes.

O nível de ameaça terrorista imposto pelas autoridades do Reino Unido continua sendo “considerável”, o que significa que um ataque é uma possibilidade forte.

Segundo os meios de comunicação britânicos, estima-se que este reforço da segurança pode incluir revistas com maior rigor nos calçados dos passageiros, assim como nos celulares e computadores pessoais. EFE