50 anos depois, surtos de inventividade imbecil ainda não cessaram

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2017 08h01

Nesta terça (6)

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Céu nublado sobre o Congresso Nacional

Em um Brasil convulsionado pela crise agravada pelas denúncias dos irmãos Batista, vale a pena recordar o episódio da renúncia de Jânio Quadros. Se em 25 de agosto de 1961 o Brasil fosse menos primitivo, teria seguido determinação da Constituição.

O comentarista Augusto Nunes relembra, posteriormente, a posse de Jango, o plebiscito que ressuscitou o presidencialismo e o momento que Jango foi deposto.

Passados mais de 50 anos, a agonia política de Temer atesta que não cessaram os surtos de inventividade imbecil. Constituição determina que em caso de afastamento são eleições indiretas em 30 dias.

Os métodos dos golpistas de 61 preferem exigir, aos berros, a eleição direta.  Felizmente essa bancada é minoritária, diz Augusto Nunes.

Confira o comentário completo:

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.