Resgatar a bandeira é bom sinal de brasilidade, mas não para quem tem o PT como religião

Depois de defender abertamente a corrupção petista, o ator Paulo Betti lança movimento de resgate do símbolo nacional

  • Por Álvaro Alves de Faria
  • 23/06/2021 14h19
Ettore Chierenguini/Agif/Estadão Conteúdo -19/06/2021Manifestante segura bandeira do Brasil em protesto contra o presidente Jair Bolsonaro e a favor das vacinas

O ator Paulo Betti lança um movimento que, segundo diz, visa resgatar a bandeira do Brasil. Betti participou da manifestação do último sábado, 19, na avenida Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, contra Bolsonaro e a favor da vacinação. E fez questão de erguer a bandeira brasileira, dizendo que deseja “resgatar” o símbolo nacional. Ele afirma que o símbolo foi usado nas manifestações pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e, desde então, vem sofrendo um processo de apropriação por uma questão política ligada ao bolsonarismo. E diz que a o verde e amarelo caiu em desgraça entre os opositores do governo. Resgatar a bandeira é um bom sinal de brasilidade, mas não partindo de um indivíduo que tem o PT como sua religião e que teve a coragem de defender publicamente a corrupção vergonhosa petista, dizendo, na oportunidade, que é “preciso enfiar a mão na me***”.

Partindo de você, não, Paulo Betti, pelo simples motivo de que você deixou de ser uma pessoa que pensa e se transformou nesse pária que pertence à esquerda vagabunda e que nunca será aceito pela esquerda civilizada, que deve existir em qualquer país democrático. Você pertence à esquerda corrupta, aquela que roubou tanto em assaltos nunca vistos na história deste país. Betti garante que a gente fica envergonhado da nossa bandeira e do verde e amarelo como um todo. Ele diz que não se trata de um movimento de esquerda ou de direita. Cinicamente, observa que a bandeira do Brasil pertence a todos, seja qual for a posição política. É um movimento de todos que não concordam com a situação atual do país. Um ato civilizatório. Está correto, mas não partindo de um sujeito que já deu provas de suas alucinações políticas em favor da corrupção petista. O PT não é esquerda. Nunca poderá ser de esquerda um partido que tem como líder maior um sujeito chamado Luiz Inácio da Silva, chefe da quadrilha que levou o país ao fundo do poço. Preso, foi beneficiado e solto por uma manobra suja do STF. Essa é a esquerda que você prefere e, sendo assim, deixe a bandeira brasileira em paz.

Você ainda tem coragem de, sendo quem é, citar Dante Alighieri, dizendo para criticar os que você chama de “neutros”, dizendo que o lugar reservado a esses, aos mornos, àqueles que não fedem nem cheiram, é o primeiro ciclo do fogo do inferno. Que bonito, que beleza! Muitos dos que estavam na passeata de sábado, 19, diziam que levaram a bandeira nacional para mostrar que ela não tem partido. Paulo Betti afirma que, além da bandeira nacional, os bolsonaristas se apropriaram da palavra “patriotismo”. Betti, a exemplo da oposição e situação quase inteiramente, não sabe que ser patriota significa, antes de tudo, ser um cidadão que tem o direito de discutir os problemas na nação. Por esse motivo, desconhecido do ator, um movimento assim não pode partir de um indivíduo como ele, aquele que, no auge da corrupção do PT, a maior da história da humanidade, defendeu o assalto aos cofres públicos, dizendo ser preciso enfiar a mão na me***. Você enfiou, Paulo Betti, e ainda está com as mãos bastante sujas para lançar um movimento com esse objetivo.

Fique longe da bandeira verde e amarela, bem distante, o que serve, também, para os que defendem o governo e vestem uma camisa da seleção brasileira pensando estar salvando o país. Não é assim que se salva um país. Um país se salva com responsabilidade acima de tudo, não como a conduta de um ex-presidiário ou de um governo que debocha até de mais de meio milhão de mortes pela Covid-19. Um país se salva com a seriedade de seu povo, não com ideias oportunistas, que partem especialmente dos alucinados que andam soltos por aí. Alucinados como você, aquele que defendeu a corrupção e nunca aceitou uma discussão de ideias em favor do país. Muito pelo contrário. Caminhou sempre aos lados dos corruptos do PT, que você venera ignorando todas as forças políticas existentes no Brasil. Que cada um use a bandeira nacional do jeito que quiser. Inclusive você, que ajudou a manchá-la de maneira irresponsável.