Augusto: Cinismo de governadores diante da pandemia é que deveria ser motivo de impeachment

Comentarista de ‘Os Pingos Nos Is’ criticou atitudes como a de Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro, flagrado em roda de samba e em festa de aniversário em 2021

  • Por Jovem Pan
  • 31/03/2021 20h12 - Atualizado em 31/03/2021 21h31
Os Pingos Nos Is/Jovem Pan/YouTube/Reprodução de vídeoGovernador Cláudio Castro foi flagrado cantando em roda de samba

Deputados e senadores de oposição ao governo de Jair Bolsonaro protocolaram nesta quarta-feira, 31, um pedido de impeachment do presidente alegando a prática de crime de responsabilidade por suposta ameaça à democracia. No documento, os parlamentares acusam Bolsonaro de tentar interferir de forma autoritária nas Forças Armadas. Na terça-feira, 30, os chefes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica deixaram seus postos um dia depois da demissão do então ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. “A utilização das forças armadas por meios violentos ou baseados em graves ameaças institucionais é uma conduta absolutamente grave. Dado o passado sombrio vivido pelas instituições democráticas brasileiras, tal luta foi elevada a crime de responsabilidade”, afirmam os congressistas no texto. O pedido de impeachment de Bolsonaro é assinado pelo senador Jean Paul Prates (PT-RN) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP); pelos deputados Marcelo Freixo (PSOL-RJ), Alessandro Molon (PSB-RJ) e Arlindo Chinaglia (PT-SP). Até o momento, já foram protocolados mais de 60 pedidos de afastamento do presidente.

Enquanto as movimentações para o impeachment do presidente são realizadas, um dos governadores que decretou fechamento de estado para conter a Covid-19, Cláudio Castro (PSC-RJ) foi flagrado em uma festa no meio da pandemia. A Jovem Pan teve acesso a um vídeo em que o governador está em uma roda de samba cantando a música “Domingo”, do grupo de pagode “Só Para Contrariar”, sem máscara e cercado de pessoas. O Palácio da Guanabara afirmou que o vídeo foi gravado em fevereiro deste ano, antes de outra polêmica envolvendo o governador por ter dado de uma festa para comemorar o próprio aniversário de 42 anos. Em nota, o governador pediu desculpas à população fluminense.

O comentarista do programa “Os Pingos Nos Is”, da Jovem Pan, Augusto Nunes, afirmou que não é fluminense, mas não desculpa o governador do Rio de Janeiro pelos atos cometidos. “Essa turma que fica mandando a gente permanecer em casa o tempo todo não para de se movimentar. Todos eles. Eles falam ‘fiquem em casa’ e saem de casa para participar de reuniões com especialistas em ‘nada’, e aí concordam em decretar outro lockown. Para dar entrevistas nas quais mentem sobre números, sobre resultados dos lockdowns que não funcionam, então está aí. Isso sim deveria dar impeachment: o cinismo”, pontuou.

Confira o programa “Os Pingos Nos Is” desta quarta-feira, 31, na íntegra: