Bruno Garschagen: Ainda não se sabe quem foi o responsável por derramamento de óleo

  • Por Jovem Pan
  • 21/10/2019 07h59
EFE/MARCOS RODRIGUESMais de 600 toneladas de óleo já foram retiradas das praias; populares ajudam a reduzir impactos

Desastre ambiental no Nordeste continua crescendo e mais de 600 toneladas de óleo já foram retiradas de praias. No entanto, o comandante de Operações Navais da Marinha, almirante Leonardo Puntel, destaca que o material foi retirado junto de areia.

“Esse crime ambiental – mais um que atinge o Brasil após Mariana e Brumadinho – continua afetando o meio ambiente. Não nos esqueçamos de algo relevante: os oceanos são fundamentais para a produção de oxigênio. São as algas marinhas que produzem quase 55% de todo o oxigênio produzido no planeta.”

“Não se sabe ainda quem foi ou quem foram os responsáveis por esse derramamento no oceano, portanto a atribuição de responsabilidade ainda não pode ser feita. Espera-se uma solução, mas ainda não há nada a vista. E parabéns a cada um que foi às praias para tentar ajudar de alguma maneira os impactos desse crime ambiental”, completa Bruno.