Bruno Garschagen: Caberá ao Bolsonaro vetar, se quiser, brechas para fundo eleitoral

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2019 07h59
Dida Sampaio/Estadão Conteúdo BolsonaroA Câmara aprovou novas regras eleitorais com regalias a partidos e brecha para fundo eleitoral maior

Câmara aprova novas regras eleitorais com regalias a partidos e brecha para fundo eleitoral maior. O texto devolve autorização para que partidos usem dinheiro público para construir sedes e pagar advogados, ressuscita propagandas em rádio e TV e dá anistia a multas eleitorais

“O dia não está tão bom assim começando com essa notícia de que os deputados mantiveram algumas das excrecências que foram eliminadas no Senado. Os deputados que votaram a favor dessas excrecências são responsáveis diretos por isso, aconselho quem votou verificar partidos e políticos.”

“De qualquer forma, duas delas: anistia a multas aplicadas a contas de campanha que foram revogadas e permissão para pagamento de advogados fiquem de fora do limite de gasto de campanha. Ué, isso não é gasto de campanha? Pelo amor de Deus. Agora caberá mais uma vez ao presidente Bolsonaro talvez, se entender necessário, vetar parte desse projeto”, completa Bruno.