Bruno Garschagen: Crise atual com PSL foi criada pelo próprio Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2019 07h49
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoEm reunião no Palácio do Planalto, o presidente teria confidenciado a deputados e advogados que está decidido a deixar o partido

Jair Bolsonaro tenta minimizar crise com PSL e diz que é como uma briga de “marido e mulher”. No entanto, em reunião no Palácio do Planalto, o presidente teria confidenciado a deputados e advogados que está decidido a deixar o partido.

“Essa crise atual no PSL foi criada pelo próprio presidente, com sua frase sobre o partido e sobre o presidente da sigla. Bolsonaro foi responsável direto por essa aliança de ocasião, na época ainda na campanha, com o presidente do PSL, Luciano Bivar – que, em 2018, traiu o próprio filho Sérgio para alugar o partido para o atual presidente da República.”

“O problema entre os dois não é novidade, e fez parte da negociação da locação do partido. Bolsonaro queria o controle quase total da sigla e Bivar não abriu mão do seu poder”, completa Bruno.