Bruno Garschagen: Fala de Janot sobre Gilmar Mendes é forte e preocupante

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2019 07h55
Montagem/Agência BrasilO ex-PGR declarou que pretendia matar o ministro do STF, Gilmar Mendes, e depois cometer suicídio

Rodrigo Janot diz que pensou em assassinar o ministro Gilmar Mendes dentro do Supremo Tribunal Federal. O ex-PGR afirmou que, em maio de 2017, foi armado ao STF com intenção de matar Gilmar e depois cometer suicídio.

“É uma história bastante forte, contundente e preocupante do ex-procurador Rodrigo Janot. Ele declarou ao Estadão que não era uma ameaça. Ele tinha a intenção, de fato, de matar Gilmar Mendes e depois se suicidar.”

“Isso foi detonado, segundo Janot, depois que ele apresentou uma exceção de suspeição contra Gilmar envolvendo um caso de Eike Batista. De acordo com Janot, ao se defender, o ministro do STF teria inventado uma história mentirosa a respeito de sua filha – a advogada Leticia Ladeira Monteiro de Barros. Enfim, foi uma declaração bastante grave”, completa Bruno.