Bruno Garschagen: Macron sai arranhado do encontro do G7

  • Por Jovem Pan
  • 26/08/2019 07h45
EFE/Etienne LaurentLíderes do G7 procuram formas de ajudar os países da região da floresta Amazônica, como o Brasil

Incêndios na Amazônia continuam no centro de debate global. Enquanto líderes procuram formas de ajudar os países da região, como o Brasil, a floresta continua sendo alvo de desmatamento e queimadas.

“Nos últimos dias aconteceu aquilo que deveria ter acontecido logo no início para, de fato, proteger a Amazônia e combater queimadas e incêndios. É uma discussão importantíssima, preservar o meio ambiente é algo fundamental. E tudo o que deve e precisa ser feito para isso deve ser feito.”

“As questões políticas podem vir a reboque disso. De qualquer forma, quem sai perdedor nessa história é o Macron. Primeiro, investiu contra o governo Bolsonaro usando como desculpa os incêndios para tentar interferir nas negociações do Mercosul. Com Boris Johnson representando o Reino Unido, o Donald Trump representando os EUA e a Angela Merkel representando a Alemanha, os líderes conseguiram dar uma ordem e, politicamente, Macron saiu arranhado das reuniões do G7”, completa Bruno.