Bruno Garschagen: Tentativa de criminalizar atividade policial é um problema

  • Por Jovem Pan
  • 22/11/2019 07h52
Fernando Frazão/Agência BrasilA proposta isenta de punições todos os agentes de segurança e das Forças Armadas que estiverem em serviço durante ações contra criminosos

Governo Federal envia ao Congresso projeto sobre o chamado excludente de ilicitude. A proposta isenta de punições todos os agentes de segurança e das Forças Armadas que estiverem em serviço durante ações contra criminosos.

“Esse debate é importantíssimo, mas duas coisas precisam ficar bem claras. Se um policial erra, se um policial comete um erro durante uma operação, essas coisas precisam ser identificadas para responsabilizar o policial que comete um erro ou crime durante atuação. Outra coisa é a tentativa infame de tentar criminalizar a atividade policial. Isso é um problema.”

“Se você criminaliza a atividade policial, o policial honesto que sai todo dia de casa para enfrentar a criminalidade não terá incentivo para trocar tiros com bandidos – sabendo que, se acerta, vai ser responsabilizado criminalmente. Vamos dividir essas duas dimensões para ter um debate mais correto”, explica Bruno.