O que está por trás de uma tomada de decisão? Saiba como funciona seu cérebro na hora de fazer escolhas

Experiência ao longo da vida, intuição e habilidades pessoais são itens levados em consideração por uma pessoa que decidirá sobre algo importante

  • Por Camila Magalhães
  • 28/07/2022 10h00
kroshka__nastya - br.freepik.com Mulher em casa com um bloco de notas pensando em planos Para fazer escolhas, o cérebro aciona diferentes mecanismos e tipos de aprendizados localizados nas áreas de associação do córtex cerebral

Tomar uma decisão envolve fazer escolhas, e é por isso que pode ser um processo difícil ou desconfortável. Em meio a situações complexas como dificuldade econômica, crise no relacionamento ou insatisfação no emprego, é necessário dar um passo atrás e ponderar com cautela nossas possibilidades para evitarmos decisões impulsivas. Para fazer escolhas, o cérebro aciona diferentes mecanismos e tipos de aprendizados que estão localizados nas áreas de associação do córtex cerebral onde se concentram as chamadas funções executivas, que incluem habilidades para estabelecer objetivos e planos,  julgar e controlar nossos impulsos. 

Além disso, nossas escolhas são feitas com base:

  • Nas experiências que a gente acumula ao longo da nossa vida, transmitidas pela família ou pessoas que confiamos;
  • Na busca ativa de informações que vão contribuir para nossa massa crítica;  
  • Em nossa intuição;
  • Nas formas de pensar de cada indivíduo, no que diz respeito à criatividade, flexibilidade e capacidade de resolver problemas;
  • Em habilidades pessoais como determinação, foco e autoconfiança.

Quando você tiver uma decisão importante a tomar, vai levar em consideração e usar um pouco de tudo! “Mas e se eu me arrepender depois, doutora Camila?”. Apesar de tentarmos fazer boas escolhas em nossa vida, mesmo quando adotamos todos os cuidados, não temos garantias da escolha certa! Antes de tomar uma decisão, vale sempre questionar: quais possibilidades tenho? Qual impactos terão em minha vida e na vida das pessoas que eu amo? Ainda que não tenha sido a melhor escolha, a vida é dinâmica. Há sempre o que melhorar, basta seguir em frente!

Quer fazer comentários ou sugerir algum tema? Escreva para mim no Instagram @dra.camilamagalhaes.

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.