Carlos Andreazza: Eventual saída do Coaf da Justiça será esvaziamento de peça estratégica de Moro

  • Por Jovem Pan
  • 29/04/2019 07h39
Edilson Rodrigues/Agência SenadoO Planalto indica que pode contrariar Moro e fazer o caminho de volta do órgão

Há uma dinâmica em curso neste momento sobre o destino do Coaf. Por pleito de Sergio Moro, o Coaf saiu do Ministério da Economia para a pasta da Justiça.

Nas últimas semanas, no entanto, o Planalto indica que pode contrariar Moro e fazer o caminho de volta do órgão. É difícil saber o interesse dos parlamentares no retorno do Coaf para a pasta de Paulo Guedes.

O órgão é importante, mas o presidente da República não se opõe que o Coaf volte ao Ministério da Economia. Isso ocorreria por conta de uma negociação em favor da MP da reforma administrativa, que precisa ser chancelada pelo Congresso ainda nesta semana.

Uma eventual mudança representará o esvaziamento de peça estratégica de Sergio Moro.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: