Carlos Andreazza: Governo deve tirar lições do que ocorreu na CCJ

  • Por Jovem Pan
  • 24/04/2019 07h41
Marcelo Camargo/Agência BrasilAlgumas lições a serem aprendidas agora pensando na comissão especial que começará em maio

Ufa! Acabou o drama da reforma da Previdência na CCJ. Foi longe. Não apenas na sessão desta terça-feira (23), mas também o longo processo para muito além do previsto inicialmente.

Algumas lições a serem aprendidas agora pensando na comissão especial que começará em maio. Quais lições se pode extrair do que houve na CCJ?

Primeiro, a subestimação do Centrão, que tomou as rédeas e conduziu a reforma na CCJ da forma que quis, fazendo até mesmo sangrar quatro pontos do texto e mostrando que pode fazer mais. O Centrão é aliado da reforma e precisa ser chamado para compor uma base.

Seria um bom sinal político do Governo.Outra lição impo

rtante é a importância do PSL, que esteve ausente na maior parte do tempo e quando participou, ajudou na pauta da oposição. Os deputados do PSL, alguns são qualificados, mas outros não.

A CCJ, espera-se, serve apenas para que o texto seja chancelado, mas veja o que aconteceu ali. Agora, na comissão especial, a judicialização será ainda maior. Vamos aguardar e pensar na aprovação da reforma. É hora de se fazer política e compreender que fazer política é bom e não ruim.

Confira o comentário completo de Carlos Andreazza: