Denise Campos de Toledo: Saque do FGTS pode gerar melhor resultado para o PIB  

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2019 11h20
Marcello Casal Jr/Agência BrasilO ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, confirmou que a liberação do saque do FGTS será limitado em até R$ 500

“Eu acho difícil que venha alguma surpresa. O anúncio inicial foi feito de uma forma muito precipitada, eles não consideraram a questão do fluxo de investimentos na área imobiliária. Tem o Minha Casa, Minha Vida, tem os financiamentos com recursos do fundo de garantia e tudo isso é muito importante quando se pensa na retomada do crescimento econômico. O setor da construção é muito importante pela atividade. Não é só realizar o sonho da compra da casa própria, tem muita atividade envolvida, muita possibilidade de gerar emprego. Então é importante manter esse fluxo. O Governo quer reforçar o consumo, que tem sido motivo de preocupação até por parte da indústria. O baixo ritmo de consumo tem pesado inclusive na confiança do empresariado. Consumo mais baixo leva a aumento de estoque. Então, se o Governo der esse fôlego adicional para o consumo talvez consiga um resultado melhor para o PIB desse ano, além de 0,8% que está sendo projetado pelo Governo. O mercado nesta semana voltou a elevar a previsão do PIB para 0,82% após 20 semanas consecutivas. Muita gente vai usar esse dinheiro para quitar dívida, para o consumo, mas é menos do que se imaginava. Eles chegaram a falar até 35% do saldo das contas. A novidade será provavelmente um saque anual das contas ativas na data de aniversário do trabalhador. A gente sempre fala que o fundo de garantia rende muito pouco, mas aconteceram algumas alterações, no ano passado ele acabou ganhando da caderneta de poupança e ganhou também da inflação.”

*Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião da Jovem Pan.