Denise: Economia cresce, mas não supera expectativas

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2019 12h08
Joka Madruga - Estadão ConteúdoPara esse ano se prevê uma expansão da economia de 0,83% e para o ano que vem de 2,2%

O relatório dessa semana não trouxe grandes alterações em relação ao da semana passada, mas chamou a atenção que houve uma pequena variação positiva nas projeções do mercado quanto ao crescimento da economia.

Para esse ano se prevê uma expansão de 0,83% e para o ano que vem de 2,2%. Essa revisão das projeções tem uma certa relação com a liberação do FGTS e do PIS/Pasep. É um dinheiro que entra na economia e tende a agilizar a quitação de dívidas, fazendo com que muita gente retorne ao mercado consumidor e tem aquela possibilidade de um aumento direto dos gastos. Nada muito expressivo, muito abaixo do que se esperava para esse ano.

De qualquer forma é oxigênio a mais que se dá para a economia brasileira. Economia que continua com a inflação baixa. A projeção do mercado caiu agora para 3,71%. A inflação segue com essas variações baixas em boa parte pela fraqueza da atividade. O mercado prevê que a taxa básica de juros caia até o final do ano para 5%.