Denise: Orientação do BC europeu vai na contramão de Trump

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2019 10h19
JF DIORIO/ESTADÃO CONTEÚDOO mercado global está animado com a possibilidade de avanços nas negociações da guerra comercial entre China e Estados Unidos

Para quem quiser gastar, o dólar está em queda na abertura dos negócios com -0,4%. Cotação de venda do comercial em R$ 4,10 e o mercado global animado com a possibilidade de avanços nas negociações da guerra comercial entre China e Estados Unidos.

Bolsas do exterior também em alta. Tóquio subiu 1,15%. Na França, alta de 1,16%. Em Londres, 0,74%.

Um dado curioso: o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, passou um recado para os governos da região. Ele disse que, se eles quiserem juros maiores, situação inversa dos Estados Unidos, eles devem gastar. Devem fazer com que as economias andem melhor através de liberação de recursos, de incentivos que possam ser dados pelos governos.

Vai na contramão de tudo o que foi feito logo depois da crise de 2008 e 2009, quando os vários governos tiveram que tomar medidas contracionistas. E vai na contramão do que Trump vem pedindo ao Federal Reserve, que é mais juros baixos para agilizar a atividade econômica.

Cenário bastante conturbado no exterior.