Denise: Prévia do IPCA mostra inflação abaixo das projeções

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2019 10h17
Marcello Casal Jr/Agência BrasilEntre os destaques em alta, ficou de novo Habitação e Energia Elétrica

Foi divulgada agora a prévia do índice oficial de inflação, o IPCA 15, com uma variação de apenas 0,08% no mês de agosto. Ela vem bem abaixo das projeções, já está levando, inclusive, a novos cálculos quanto ao fechamento desse ano. Temos a inflação em 12 meses em apenas 3,22%. E, no ano, 2,51%. Portanto, uma inflação muito baixa.

Dos nove grupos que tem a medição, quatro tiveram deflação, ou seja, a variação negativa. Alimentação com -0,17%, Transportes -0,78%, Saúde e Cuidados Pessoais -0,32%. Entre os destaques em alta, ficou de novo Habitação e Energia Elétrica. O sétimo mês consecutivo de alta, já que em agosto começou a valer a bandeira vermelha de energia. O aumento médio dessa tarifa foi de 4,91% e a Habitação com 1,42%.

A inflação é uma média de preços. Pela média de preços, estamos tendo um comportamento bem melhor do que o esperado. É a menor variação para o mês de agosto desde 2010 e, em princípio, isso abre espaço para o Banco Central continuar com os cortes de juros e prever a Selic em 5% no final desse ano.

Resta ver se não haverá nenhum problema no cenário internacional, já tivemos muita pressão no dólar. O que se percebe é que, mesmo com o dólar em alta, a gente não tem essa transmissão para os preços.

Há uma acomodação importante provocada até pela fraqueza da atividade econômica, então está tudo muito relacionado. Inflação baixa, contida em boa parte pela fraqueza da atividade, o Banco Central com redução de juros para dar algum estímulo.

Depende de muito mais coisa mas, em relação a inflação, a situação segue muito tranquila e abaixo das projeções.