Denise: Setembro consolida mudança de patamar do dólar

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2019 10h16
JF DIORIO/ESTADÃO CONTEÚDOO mês de setembro terminou com todos os dias registrando o dólar, no fechamento, acima dos R$ 4

Abertura bastante pressionada do dólar. Ele sobe 0,38% e o dólar comercial já passou dos R$ 4,17.

O mercado anda observando muito o cenário internacional, novas projeções de desaceleração. Dessa vez a OMC prevê uma expansão menor do comercio internacional, na faixa de 1,2%. Antes, era de 2,6%. Um corte importante que tem relação com a guerra comercial entre China e Estados Unidos e a desaceleração global. Isso pressiona os mercados até no exterior.

Aqui, no Brasil, o mercado aguarda a votação da reforma da Previdência no Senado – mas com algum temor. Isso já foi colocado em segundo plano na semana passada por questões muito específicas do Congresso. Eles preferiram priorizar outras pautas relacionadas à política e outras questões partidárias. Então vamos ver se agora a reforma avança mesmo.

Uma observação importante. O mês de setembro terminou com todos os dias registrando o dólar, no fechamento, acima dos R$ 4. Isso nunca tinha acontecido e consolidou uma mudança de patamar que se iniciou no mês de agosto – quando o dólar começou a saltar acima dos R$ 4.

Portanto, todos os dias acima dos R$ 4 e com a intervenção do Banco Central que passou a vender a moeda à vista também.