Joseval Peixoto: Indústria brasileira não pode viver sob o medo de uma leviana investigação criminal

  • Por Jovem Pan
  • 16/10/2018 10h19
Reprodução/Site OficialSe verdadeiros os fatos apurados, estaremos diante de mais uma grande vergonha nacional

O empresário e ex-presidente do Conselho de Administração da BRF, Abílio Diniz, foi indiciado junto de outros ex-diretores da empresa, pela Polícia Federal, por organização criminosa, estelionato, falsidade ideológica e crime contra a saúde pública. Os indiciamentos aparecem no relatório final da Operação Trapaça, a segunda fase da operação Carne Fraca.

Se verdadeiros os fatos apurados, estaremos diante de mais uma grande vergonha nacional.

Segundo as investigações, quatro fábricas da BRF fraudavam para encobrir a presença de salmonela em produtos de origem animal exportados a 12 países. Cinco laboratórios estão envolvidos, e seus executivos, responsáveis pela análise da qualidade dos produtos.

Todavia, as declarações do delegado sobre o envolvimento de Abílio Diniz são frágeis e o empresário nega os fatos. A indústria brasileira não pode viver sob o medo de uma leviana investigação criminal.

Confira o comentário completo de Joseval Peixoto: