Josias de Souza: Há o Brasil da pandemia e o de Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 05/06/2020 07h56 - Atualizado em 05/06/2020 07h58
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoNo número de mortos pela covid-19, Brasil está atrás apenas dos EUA e do Reino Unido

O Brasil passa a Itália e já tem 34.021 mortes por covid-19. Dessa forma, o país é o terceiro no mundo com mais mortos nessa pandemia — atrás apenas dos Estados Unidos e do Reino Unido.

“Nos últimos 100 dias a pandemia matou 34.021 brasileiros. Nesse mesmo período o presidente Jair Bolsonaro formulou a teoria da gripezinha, afastou dois ministros da saúde, converteu o ministro da Justiça de ícone em delator, tornou-se investigado em um inquérito criminal, inauguro uma temporada de distribuição de cofres ao centrão, informou ao país que não é coveiro, perguntou ‘e daí?’ e declarou que todos morrerão um dia — é coisa de destino.

Fica claro que há dois países no mesmo pedaço de mapa. Há o Brasil da pandemia, que perde a guerra para o vírus, e há o Brasil do presidente Bolsonaro, que decidiu viver em outro país em estado de isolamento institucional. O Brasil da pandemia começa a sentir a falta que faz um presidente da República.”