Josias de Souza: Para seguir Bolsonaro, deputados arriscam o próprio mandato

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2019 07h58
TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO CONTEÚDODeputados bolsonaristas cogitam deixar o partido junto de Jair Bolsonaro, mas condições adversas podem barrar o desejo

Grupo ligado a Jair Bolsonaro busca estratégia jurídica para deixar o PSL. Os aliados do presidente têm dois objetivos: evitar que o partido peça os mandatos dos deputados federais e, ainda, levar os recursos do fundo partidário para outra legenda.

“Há na bancada de 53 deputados do PSL cerca de 20 que gostariam de acompanhar Jair Bolsonaro em uma eventual migração partidária. A menos que comprovem grave discriminação política pessoal ou mudança e desvio do programa partidário, esses bolsonaristas sujeitam-se a perder o mandato. É o que prevê a lei.”

“Além disso, ao pular a cerca, os adeptos da infidelidade partidária deixariam na legenda original o tempo de TV e a respectiva cota no fundo partidário e no fundo eleitoral. Sairiam, praticamente, com a roupa do corpo. Essas condições adversas conspiram contra o rompimento definitivo”, conclui Josias.