Josias de Souza: Teich subtrai Bolsonaro e soma Mandetta

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2020 07h52
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoTeich ressaltou que a curva da covid-19 continua em crescimento e alertou que algumas cidades estão adotando medidas de reabertura antes da hora

Ministro da Saúde admite que o Brasil pode chegar a marca de mil mortes por dia e afirma que não é possível flexibilizar o isolamento social agora. Nelson Teich ressaltou que a curva da covid-19 continua em crescimento e alertou que algumas cidades estão adotando medidas de reabertura antes da hora.

“Em 17 de abril, ao discursar na cerimônia de posse de Nelson Teich, Jair Bolsonaro sugeriu ao ministro da saúde que fizesse uma conta: junte eu e o Mandetta e divida por dois. “Pode ter certeza que você vai chegar naquilo que interessa para todos nós.” Duas semanas depois, o ministro Teich adota uma outra fórmula: subtrair Bolsonaro e somar Mandetta.

Ecoando Mandetta, Teich afirma que não dá para começar a liberar isolamento social quando tem curva em franca ascendência. Ele reitera a orientação do antecessor em favor da manutenção do isolamento social. Bolsonaro continua pregando contra o isolamento e prestigiando aglomerações. Bolsonaro submete Nelson Teich a uma rotina de Henrique Mandetta e envia um sinal trocado para a sociedade, aliando-se ao vírus.”