Josias de Souza: Bolsonaro criou um pesadelo do qual ele terá grande dificuldade de despertar

  • Por Jovem Pan
  • 24/04/2020 12h14 - Atualizado em 24/04/2020 12h51
Gabriela Biló/Estadão ConteúdoNas declarações, Moro afirma que o desejo do presidente Jair Bolsonaro de interferir na polícia federal

As declarações do agora ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, feitas antes da renúncia ao cargo nesta sexta-feira (24) acendem um “sinal vermelho” na política brasileira. Moro reforçou que houve desejo do presidente Jair Bolsonaro de interferir na polícia federal.

“Na prática ele (Moro) reassumiu o papel de juiz na saída do cargo. O que o Moro fez foi emitir uma sentença. Ele condenou o presidente por interferir politicamente. Disse com todas as letras que o presidente deseja interferir politicamente. Ficou muito explicito o desejo do presidente e o ministro o condenou por isso. Então é o feitiço virando contra o feiticeiro.”

“E o que é mais simbólico nessa cena, no final, é o Moro dizendo eu vai procurar um emprego, que não enriqueceu, e que esteja ele onde estiver ele estará a disposição para servir ao país. É o nascimento de uma candidatura presidencial, é o nascimento de uma alternativa. O presidente Bolsonaro criou um pesadelo do qual ele terá grande dificuldade de despertar.”

  • Tags: