Marco Antonio Villa: 1º de maio será importante para a Venezuela

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2019 07h55
Miguel Gutiérrez/EFECaminha para o fim a ditadura Maduro

Venezuela amanhece sob tensão após dia de protestos e confrontos nas ruas de Caracas. O presidente interino Juan Guaidó convocou novas manifestações, enquanto o líder chavista Nicolás Maduro reprimiu os atos desta terça e negou que tenha perdido apoio dos militares no país.

Estados Unidos apontam que a Rússia mantém Maduro no poder. O secretário de estado americano, Mike Pompeo, garantiu que o chavista estava pronto para deixar a Venezuela, mas foi convencido por Moscou a continuar no poder.

“Nada indica que seja correta a informação do governo norte-americano. Mas Guaidó achava que tina apoio militar que não teve. Mas caminha para o fim a ditadura Maduro. Se fracassou a queda ontem, vamos ver nas manifestações de hoje. Hoje será possível ver com mais clareza como estará a Venezuela nos próximos dias”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: