Marco Antonio Villa: Acordo do PT com ditadura castrista se sobrepôs aos interesses nacionais

  • Por Jovem Pan
  • 26/11/2018 07h42
Karina Zambrana/Fotos PúblicasEssa demonstração com número incrível de inscrições mostra que havia impedimento para médicos brasileiros

Ministério da Saúde aponta que já foram preenchidas quase todas as vagas deixadas por cubanos no programa Mais Médicos. Com mais de 29 mil inscrições, o último balanço da pasta mostrou que oito mil duzentos e 30 profissionais já foram alocados, faltando apenas duzentas e 87 vagas pelo país.

Bolsonaro se diz contra uma prova de avaliação aos médicos brasileiros nos moldes do exame da OAB para os formados em Direito. A proposta tinha sido lançada pelo futuro ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O PT é organização criminosa, está mais que provado. Sendo assim, essa demonstração com número incrível de inscrições mostra que havia impedimento para médicos brasileiros. O acordo que o PT fez com a ditadura castrista se sobrepôs aos interesses nacionais”, diz Marco Antonio Villa.

Sem os cubanos, Governo federal ainda estuda como levar médicos para o interior e áreas carentes pelo Brasil. O Planalto avalia medidas como criar um plano de carreira para profissionais da saúde e cogita dar descontos no Fies para quem aceitar trabalhar nessas regiões.

Futuro ministro deu longa entrevista ao O Globo e destacou questões importantes. Nos últimos anos dobrou o número de faculdades de Medicina no País”, completou Villa.

Confira o comentário completo: