Marco Antonio Villa: Hostilização entre Poderes leva a uma ditadura e isso não pode ocorrer

  • Por Jovem Pan
  • 11/04/2019 07h38
Jefferson Rudy/Agência SenadoOs que têm a teoria do caos não vão conseguir nada

Governo federal faz nesta quinta-feira (11) um balanço dos 100 primeiros dias da gestão Bolsonaro. Enquanto avançou em várias áreas, o presidente ainda busca a melhor forma de articular a principal promessa: a reforma da Previdência.

Para melhorar a relação com o Congresso, Jair Bolsonaro faz nova rodada de conversa com líderes partidários. Nesta quarta-feira (10), o presidente se reuniu com membros de cinco partidos, inclusive com a sigla que ele integra, o PSL.

“Sobre a relação Executivo e Congresso é o que vinhamos falando há semanas. Não se pode ter hostilização entre Poderes. Os que têm a teoria do caos não vão conseguir nada. É isso que tem que se fazer: a boa política, para ver o que se aprovará da reforma da Previdência”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: