Marco Antonio Villa: Proposta da reforma da Previdência será desidratada por falta de articulação

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2019 07h51
Marcos Oliveira/Agência SenadoNesta semana aparecem os primeiros sinais da incompetência política do Governo na articulação

Governistas já negociam para flexibilizar a proposta da reforma da Previdência. Desde o início, aliados e opositores de Jair Bolsonaro criticam, principalmente, as mudanças na aposentadoria rural e no benefício a idosos pobres.

Pedido de reajuste para militares ameaça travar discussões da reforma da Previdência. A equipe econômica admite que os soldos estão defasados, mas que aumento agora pode contaminar debate sobre mudanças nas aposentadorias.

“Agora começa a discussão. Ninguém imaginaria que a proposta do Governo seria chancelada em sua totalidade pelo Congresso. Porém, nesta semana aparecem os primeiros sinais da incompetência política do Governo na articulação. A questão da aposentadoria rural e dos militares. O que parecia ser um mar tranquilo começa a ficar revolto. O conjunto da proposta da reforma da Previdência será desidratada por falta de articulação”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: