Marco Antonio Villa: Reclamação de PT sobre indicação de Moro é uma falácia

  • Por Jovem Pan
  • 02/11/2018 08h31 - Atualizado em 02/11/2018 09h26
Estadão ConteúdoO juiz federal Sérgio Moro vai comandar um Ministério da Justiça com poderes ampliados e liberdade total no combate ao crime organizado e à corrupção

O juiz federal Sérgio Moro vai comandar um Ministério da Justiça com poderes ampliados e liberdade total no combate ao crime organizado e à corrupção.

Segundo o presidente eleito Jair Bolsonaro, Moro só aceitou deixar o poder Judiciário e embarcar no futuro governo depois que recebeu carta branca para organizar estratégias e políticas públicas na área.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, diz que Lula está indignado com a indicação de Sérgio Moro para ministro e que advogados do partido avaliam medidas jurídicas. Segundo ela, a defesa do ex-presidente já prepara um pedido de habeas corpus alegando parcialidade do juiz em julgamentos da Lava Jato.

Na visão do comentarista Marco Antonio Villa, as afirmações são uma falácia. Se as decisões de Moro fossem parciais, o TRF4 teria anulado os julgamentos. “Ao contrário disso, só aumentou a pena”, diz

Confira o comentário completo: